Elvis 1956


sexta-feira, 10 de março de 2017

LIVRO ELVIS WHAT HAPPENED? PARTE 26



CONTINUAÇÃO DO LIVRO LIVRO ELVIS WHAT HAPPENED? CAPITULO 22



ELVIS O QUE ACONTECEU?


Se o dinheiro não significava nada para
Presley durante os seus primeiros anos
como um milionário, em 1974, ele foi
tratado com mais desprezo do que nunca.
Em um estágio entre 1974 e 1975, ele
comprou nada menos do que cinco aviões.
Nem mesmo "Howard Hughes ou
Aristóteles Onassis" eram donos de cinco
aviões.
Ele comprou um "Jet Commander, um
Falcon, um Jetstar, um Gulfstream" e o avô
de todos eles, um "Convair 880." Os
rapazes West e Dave Hebler não pretendem
saber quanto todos eles custaram. Há
contadores agora que provavelmente ainda
não sabe.
Presley não fez nenhuma tentativa de usar
os aviões de maneira profissional. Ele
poderia te-los alugado quando ele não
estava usando-os e pelo menos, ele poderia
ter algum do seu investimento de volta,

mas houve momentos em que ele
efetivamente alugava outro avião porque
era mais conveniente.
Em dado momento, ele se divertiu com a
notícia de que o cantor "John Denver"
tinha dado para o empresário dele "Jerry
Weintraub," um "Rolls-Royce" que
supostamente custou "540 mil doláres."
Presley riu e disse: "Eu vou mostrar para
este filho da puta, que eu vou dar para o
meu empresário um avião de um milhão de
dólares" O avião de um milhão de dólares
foi o "Gulfstream." Col. Tom Parker, em sua
infinita sabedoria, recusou o presente.
Dave Hebler, disse que "Dick Grob," um
dos fiéis guarda-costas, tinha sido um
piloto da Força Aérea dos EUA, e que tinha
combatido na Guerra da Coréia, ele poderia
ter voado em cada um dos aviões da frota
de Elvis. Em um estágio, havia cinco pilotos
na sua folha de pagamento.
Isso foi, diz Red, muito semelhante com as
farras das compras anteriores de Elvis.
"Você sabe, ele começou comprando um
cavalo para Priscila e acabou comprando
uma fazenda com caminhões, cavalos e

reboques para todos. Ele comprou um
avião, em seguida, ficou empolgado e
comprou cinco deles. O velho Elvis nunca
fez as coisas com moderação.
Sonny, lembra que quando Presley entrou
na onda da compra de aviões, ele estava
viajando diariamente de Memphis para
Dallas, onde os aviões foram comprados,
como se ele estivesse indo para a pizzaria
mais próxima. "Ele estava particularmente
empenhado em tentar impressionar
Priscilla," mesmo após a separação, com a
aquisição dos aviões. "Ele estava muito
orgulhoso do seu avião Convair," (batizado
de Lisa Marie) e com razão, e vôou nele
com Priscilla para Dallas para fazer uma
inspeção pessoal do avião", diz Sonny. Ele
parecia muito ansioso para ter Priscilla
usando o avião a qualquer momento que
ela queria. Foi quase como se ele estava
dizendo a ela "Olha o que você deixou, aqui
esta um homem que tem o seu próprio
avião."
O padrão bizarro do comportamento de
Presley parecia duplamente irregular após
o divórcio de Priscilla em 1973. Dave
Hebler, se lembra de um dia em 1975,

quando Presley de repente deu um tapa nas
costas dele e disse: "Eu vou comprar para
você e Joe [Esposito] um "Maserati." Dave
e Joe recusaram a oferta. Como se viu, não
houve nenhum dos Maseratis em Memphis,
mas Presley estava com bom humor para
oferecer presentes, então nos amontoamos
em um carro e fomos para a "Shilling
Motors" em Memphis, onde ele comprou
nada menos do que "nove Lincoln Mark
IVs."
Isso foi uma loucura", diz Dave. "Ele
comprou carros para todos nós, mas isso
ficou mais louco no dia seguinte." Parece
que Presley descobriu que o vendedor não
tinha lhe oferecido um desconto em virtude
da compra em massa.
"Ele tem isso em sua cabeça que o vendedor
o tinha ferrado", diz Dave,"Então ele
chamou-nos todos juntos e disse que nós
íamos devolver os carros."
Ele não queria tomar os carros de nós. Ele
só queria levá-los de volta e comprar
Cadillacs em vez disso. Bem, como isso
funcionou, nós levamos de volta sete
deles.Você pode imaginar a reação do

vendedor quando chegamos dirigindo os
sete Lincolns com quilometragem no
relógio e dizendo: "Leve-os de volta," Esse
cara quase teve um ataque cardíaco.
Bem, isso foi resolvido e acabamos indo
para outra concessionária Lincoln, e ele
também comprou alguns Cadillacs, Não me
lembro quantos.O que eu me lembro no
entanto, foi de um casal de negros que
estava na concessionária olhando os
Cadillacs. De qualquer forma, ele vê esta
senhora olhando para um "Cadillac Seville"
e ele começa a conversar com ela e de
braços cruzados pergunta: "Você gosta
desse carro?" Ela respondeu: 'Oh, sim, é
muito bom. "Presley disse:" Tudo bem,
escolha um. Eu vou comprar para você." A
senhora parecia que ia desmaiar, mas ela
escolheu um, e ele comprou para ela.
Quando a história chegou às agências de
notícias, um locutor em Vail, Colorado,
relatou a história. Ele terminou a
transmissão com uma frase: "Elvis, se você
estiver ouvindo isso, eu também gostaria de
ganhar um carro." Presley pediu para Red
ligar para o locutor e, em seguida, ele pegou

o telefone e perguntou casualmente. "Que
cor você gosta?"
Previsivelmente o locutor pensou que era
um de seus amigos brincando. "Ah, vamos
lá, quem é esse?" Não, eu estou falando
sério. Este é Elvis Presley. Eu quero
comprar um carro para você." No dia
seguinte, o locutor estava dirigindo um
Cadillac novo, pago pelo Presley.
Muita gente acha que ele faz essas coisas
pela publicidade, mas ele não faz ", diz
Red." Quando ele dá, ele realmente dá. Isto
é um dom natural e ele não anunciá-lo."
Sonny e Red lembram que Presley leu uma
história sobre uma mulher negra em
Memphis que tinha sido gravemente
mutilada. Completamente sem aviso
prévio, ele comprou para ela a cadeira de
rodas mais cara que estava disponível.
"Cara", diz Sonny. "O rosto da mulher era
uma imagem" quando ele apenas caminhou
para esta antiga casa degradada e ele nos
levou para descarregar esta cadeira de
rodas. Isso foi um belo gesto, e Elvis era
muito capaz de fazer essas coisas. E, no

entanto, ele iria virar-se e estragar tudo isso
por algum gesto impensado."
Seu dom de dar normalmente seguiu para
carros e jóias, mas ele também é um doador
muito generoso de dinheiro para as várias
igrejas católicas, protestantes e instituições
de caridades judaicas de Memphis. "Que,"
diz Red, é algo que eu nunca poderia
trabalhar para fora.
Elvis costumava nos dizer que os católicos
eram o "demônio" referido na seção de
encerramento da Bíblia. E, embora ele
contratou "judeus" e tinha muitos "amigos
judeus," ele estava convencido de que os
judeus vieram para dominar o mundo.
"Marty Lacker," que trabalhava para ele,
era "judeu," e Elvis sempre dizia: "Bem,
Marty é um dos bons judeus," Mas, no
fundo, Elvis é muito preconceituoso e ele
não fez segredo sobre isso em suas
palestras para nós.
Uma pessoa a quem ele tinha a "intenção"
de dar um presente era outro senão o Vice-
Presidente dos EUA "Spiro Agnew." Sonny
recorda: O vice-presidente estava
hospedado em Palm Springs, quando Elvis


ELVIS O QUE ACONTECEU?

Imagem relacionada

estava lá. De qualquer forma, ele marcou
um encontro com ele, Fomos todos para a
casa que ele estava hospedado e Elvis tinha
comprado um "revólver 357 Magnum de
ouro incrustado" que custou cerca de dois
mil dólares, de qualquer forma, ele vai para
a casa para presentear a arma para ele e
ficou falando com ele por cerca de meia
hora."Curiosamente, à luz de outros
eventos, o "Vice-Presidente Agnew" objetou
sobre o presente da arma, dizendo que,
como um "funcionário eleito," ele não
poderia aceitar presentes. Quando Agnew
foi retirado do cargo, Sonny lembra que
disse a Presley que o "Sr. Agnew" agora
podia aceitar o presente. Presley
respondeu: "Não, ele que vá se foder, ele
saiu como um ladrão."
Presley é particularmente generoso com
seus amigos do sexo feminino. Os rapazes
West estimam que Presley deu a namorada
"Linda Thompson" mais de "quatrocentos
mil dólares somente em jóias,"
Presley conheceu Linda em 1972, logo
depois do seu rompimento com Priscilla.
Um amigo de Presley, "George Klein," ex disc
jockey de Memphis, apresentou-os.

Linda impressionou os rapazes, como ela
era extremamente religiosa quando a
conheci. "Ela nunca iria amaldiçoar ou usar
linguagem inapropriada", diz Sonny.
Eu lembro que em vez de "xingar" ela
substituia a palavra por "Pronto" que todos
nós achava bonitinho. "Deu o maior
trabalho para Elvis convencê-la a morar
com ele em Graceland," Ela só achava que
isso não era certo. Mas ela finalmente
cedeu.
Os rapazes West lembra, no entanto, que
Linda não foi "tímida para receber os
presentes de Presley." Eu diria comenta
Sonny, "que ela tem mais vestidos e roupas
do que Elizabeth Taylor," Sempre que ela
viaja, ela leva muitas malas com ela. Ela
deve ser uma das mulheres mais bem
vestidas dos EUA. "Cara", eu lembro dela
entrando na "boutique Georgio" em Los
Angeles e comprar "dúzias de vestidos,"
esta é uma loja muito cara.
Também em Las Vegas, ela iria fazer
compras na boutique "Suzie Creme-queijo"
e comprar vestidos de todas as cores.

Suas "jóias," é outra coisa. Elvis deu a ela
pelo menos uns quatrocentos mil dólares só
em jóias, o que é uma estimativa
"modesta." Ele também comprou para os
pais dela uma casa em Memphis, e ele
também deu para ela um belo apartamento
em Los Angeles.
Linda parece ter uma atitude
"particularmente tolerante" com Presley, de
acordo com os rapazes West e Dave Hebler.
"A maiória das mulheres não suportaria o
estilo de vida de Elvis," diz Red",
particularmente agora, que ele está ficando
de uma a duas semanas trancado no quarto
sem sair para qualquer lugar. Linda parecia
não se importar.
Esse "tipo de vida" não era para Priscilla,
mas Linda parece levar isso no "seu passo,"
Ela também tem uma "tolerância para
outras mulheres na vida de Presley," Em
1974, Presley foi introduzido por Joe
Esposito para "Sheila Ryan," uma garota
incrivelmente bonita de Chicago que agora
está casada com James Cann. "Ele sempre
se alternava para levar elas nas turnês com
ele."

Sonny lembra; "Uma vez ele levaria Linda,
então na próxima vez ele levaria Sheila." Se
alguma vez Linda fez alguma "confusão"
com ele alternando ela com outra, nós
sempre ouvia Elvis dizer a ela no telefone,"
Mulher, tira a maldita faca das minhas
costas, e me deixa em paz," Eu realmente
acho que Linda quer se casar com Elvis e
você não pode culpá-la por querer isso,
mas, eu acho que "Elvis nunca vai dar o
primeiro passo."
Quando Presley estava namorando uma
rainha da beleza da Geórgia, Dave Hebler
recorda que um fotógrafo estava tirando
uma foto dele sentado com sua nova
namorada no banco de trás do seu carro. O
motorista começou a dirigir para fora,
pensando que Presley não queria uma foto
tirada dele com uma nova garota. Mas
Presley lhe disse: "Deixe-o tirar a foto. Eu
não me importo se eles usá-lo. Linda pensa
que ela é casada comigo"
Embora ainda "namorando Linda," os
rapazes se lembra que Presley apresentou
"Sheila Ryan" para o público de Las Vegas
como sua namorada e pediu-lhe para
mostrar o seu novo anel de diamante. "Isso

não foi tudo." Na platéia estava sua exmulher,
Priscilla. "Isso foi estranho", conta
Red. "Ele tinha Priscila e Sheila sentadas
em uma cabine ao lado uma da outra."
Presley apresentou Sheila como sua "nova
namorada", então apresentou Priscilla e
acrescentou: "Nós nos damos muito bem.
Não há problemas." Então ele virou-se para
a banda e disse: "Mas Mike Stone não tem
bolas. Mike Stone não tem bolas. Mike
Stone é um garanhão?, minha bunda que
ele é."
Dave Hebler estava incrédulo. "Havia
pessoas na platéia que ouviram." Isso foi
uma coisa selvagem para se dizer, mas Elvis
não poderia ajudar a fazer o estrago. Claro,
Mike Stone é um inferno de um cara de boa
aparência e Elvis sabe disso. Mas quando
ele disse isso, meu queixo caiu. "Pobre de
Priscila e de Sheila" pareciam muito
envergonhadas, mas ambas trataram o
assunto com muita classe.
Priscilla disse na época, que ela deveria
saber que isso poderia ter acontecido antes
dela assistir o show. "Deus," isso foi
embaraçoso!. "Mike Stone" se tornou uma

"obsessão" para Presley, "compreensível,"
talvez, sob as circunstâncias.
Red relembra com uma risada: "Nós
tinhamos a maldita certeza de que o
programa de televisão "The Streets of San
Francisco" nunca mais seria o mesmo se
Elvis estivesse por perto. "Mike Stone"
estava interpretando o papel do detetive
"Karl Malden," e eu prometo, Elvis era
muito propenso a "explodir" um aparelho
de televisão com sua arma se ele tivesse
visto isso na tela.
"Houve um incidente no palco em Las
Vegas," diz Sonny. Foi na noite de 18 de
Fevereiro." Elvis, estava na metade do seu
ato no Hotel Internacional, e de repente
esse cara que estava sentado com um grupo
na frente pula no palco. Ele tinha um
casaco pendurado no braço e não sabíamos
o que estava acontecendo. Nós pensamos
que poderia ser uma arma escondida no
casaco. De qualquer forma, ele vem
correndo do lado esquerdo do palco em
direção a Elvis. Red dá uma chave de braço
no pescoço dele e o arrasta para fora do
palco, entregando ele para os guardas de

segurança. Entretanto, um dos amigos do
cara, também pula para o palco.
J.D. Sumner, tocou-lhe no ombro e disse
para ele se sentar. Esse cara levanta o
punho para bater em "J.D." e, em seguida,
nós todos estamos no palco e se iniciou
uma grande confusão. Um cara atrás do
palco quebrou uma mesa e há copos e
coisas se quebrando.
De qualquer forma, limpamos o lugar dos
caras. "Elvis, entretanto, estava pulando
por todos os lados do palco, chutando o ar
com chutes de karatê." Ele não atingiu
ninguém. "Ele só estava chutando o ar."
Tudo se acalmou e Elvis disse ao público
que ele deveria ter "quebrado o maldito
pescoço do cara."
O público aplaudiu e estava tudo acabado.
Mas depois do show, "Elvis nos chama e diz
que os caras que causaram o problema
tinham sido enviados por Mike Stone para
interromper seu ato."
O homem que levantou o punho para bater
em "J.D." tinha fita de karatê no punho
dele, e Elvis estava convencido de que ele
era um perito de karatê enviado pelo Mike.

E foi quando ele nos pediu para bater em
Mike Stone. Ele estava absolutamente
convencido que Mike tinha planejando
fazer isso com ele. Francamente isso é
ridículo. Eu não acho que Mike deu a Elvis
um segundo pensamento.
Os rapazes West e Dave Hebler viram um
declínio constante em Presley, tanto
físicamente como emocionalmente, nos
últimos três anos. Ele teve graves
problemas de intestino, e seu peso parecia
ir para cima e para baixo como um "iô-iô."
Ele perdeu todo o interesse nos aspectos
físicos do karate. Os rapazes lembram que
quando eles trabalhavam para ele. Presley
passaria pela meditação inicial para o
treino adequado do karatê, e, então, ele
perdia o interesse e sentava no chão para
comer e assistir o treinamento dos outros.
"Apesar do seu peso inchado e com um
queixo duplo," Presley ainda estava
convencido de sua boa aparência. Ele
acredita;' diz Sonny," que ele tem um rosto
como o "rei Davi." Ele é muito vaidoso,
embora ele não cuidar de si mesmo.
Quando ele sobe ao palco, ele muitas vezes
usa um desses cintos do tipo elástico para

diminuir a barriga. Ele usa saltos em seus
sapatos para fazê-lo parecer mais alto. Ele
também usa saltos em seus chinelos na
casa dele.
Mais uma vez, o problema é simplesmente
"tédio." Presley não tem nada a interessálo.
Infelizmente o desafio que os rapazes
acreditam que poderia ter mudado a vida
de Presley não foi tomado.
Sonny recorda que, em 1975, "Barbra
Streisand e seu namorado, Jon Peters,"
visitou Presley em seu camarim em Las
Vegas. "Ela entrou e felicitou-o por seu
show", diz Sonny. Eles conversaram
longamente, e no decorrer da conversa,
Srta Streisand anunciou que ela estava
produzindo o remake do filme "Nasce um
Estrela", que ela, eventualmente, estrelou
com "Kris Kristofferson," a escolha original
de Miss Streisand, no entanto, foi Presley.
"Ela queria ele para desempenhar o papel",
disse Red ", e eu digo uma coisa, isso foi
uma maldita tragédia ele não fazer esse
filme, porque Elvis teria sido grande na
parte de super estrela da música, isso teria
sido um grande alavancada na carreira dele


ELVIS O QUE ACONTECEU?

Imagem relacionada

e de sua amiga. Agora, eles estavam muito
sérios sobre a oferta. Eu lembro que ambos
estavam brincando sobre o peso de cada
um. Elvis estava muito interessado em
fazer isso. Você podia ver o interesse em
seu rosto. Isso poderia ter sido um grande
desafio para ele. Como isso foi para baixo?
creio eu, que foi porque o dinheiro não
estava certo.
Eu acredito que o Coronel queria "um
milhão de dólares adiantado" de Streisand,
ele queria ter uma porcentagem no negócio.
De qualquer forma, isso foi para baixo, o
que foi uma maldita de uma vergonha. Eu
acho que o Coronel disse depois, "Nós não
precisamos de Streisand." E, em seguida,
Elvis começou a falar que ele não queria
fazer o filme. Você sabe, "ele disse que a
foto dele não apareceria nos principais
cartazes do filme, que a foto de Barbra
apareceria em tudo."
Após a discussão com a senhorita
Streisand, Presley deve ter ficado
preocupado com sua aparência, porque ele
fez uma cirurgia estética. Ele fez isso no
"Mid-South Hospital in

Memphis,Tennessee," disse Sonny. Ele fez
em 1975, porque eu tenho a conta.
Ele entrou no hospital com o meu nome e a
conta veio no meu cartão de crédito "Blue
Shield Cross-Blue". O hospital informou
que o "Blue Cross" não cobre a cirurgia
estética. Depois que ele tinha feito, ele me
levou para o seu quarto e perguntou se eu
notei alguma diferença. Na verdade, eu não
sabia até que ele me disse. Ele tinha os
olhos feitos e há uma fina cicatriz em torno
das orelhas, onde ele teve o rosto apertado.
Você dificilmente pode notar. Depois que
ele fez isso, ele tentou me convencer a fazer
também, mas eu não estava interessado."
O comportamento de Presley parecia
atingir um pico de imprevisibilidade em
1975. "Eu me lembro," diz Dave, em Las
Vegas que apenas o menor incidente iria
deixá-furioso. Uma vez um cara tirou uma
foto dele em uma loja de armas em Las
Vegas. "Sheila Ryan estava conosco no
momento." Nós pedimos para o fotógrafo
não tirar uma foto com ele segurando uma
arma. De qualquer forma, o cara ficou um
pouco agressivo, mas esquecemos disso.
Elvis, quando voltou para o hotel.. .. "Ele

gritou e gritou como um louco dizendo que
o cara fez recuar todos nós que eramos
peritos em caratê." Eu lembro que Sheila
Ryan saiu correndo do quarto dele
chorando com as mãos na cabeça.
Dave lembra, que em um hotel em Taho,
Presley tinha se bombardeado com tantas
pílulas que ele não podia andar. "Isso foi
assustador", diz Dave, porque ele estava no
telhado e nós estávamos tentando levar ele
para tomar "um pouco de sol." Mas, cara,
ele quase caiu do telhado, ele estava "tão
fora dele." Ele quase caiu de lado. Eu tive
que levá-lo embora."
Quando o irmão de um amigo policial
morreu em Denver, Presley voou para
cantar no funeral. Ele também pagou um
colossal tributo de flores. Em seguida, ele
compareceu ao funeral vestido com um
uniforme de capitão da polícia com calças
de boca larga especialmente adaptadas. Ele
também usou este uniforme de capitão da
polícia para uma sessão de gravação em
Memphis.
Os rapazes lembram que em Janeiro de
1976, Presley parecia estar tendo mais e

mais flashes de temperamento
incontrolável. Sonny relata: "Ele nos levou
para Vail, Colorado, para o que ele disse
que seria um sonho de férias." Bem, foi um
pesadelo. Ele estava pegando pesado nas
pílulas. Em 8 de Janeiro era aniversário
dele. Nós fomos para Vail em um ônibus e
nós felicitou-o por seu quadragésimo
primeiro aniversário que seria
comemorado naquela noite. Bem, Linda
trouxe um bolo, mas ela se hospedou em
outro condomínio, então não sabiamos que
ela estava indo fazer uma surpresa para dar
o bolo de presente para ele. Bem, ela fez, e
ele fez uma "grande reunião" para reclamar
porque nenhum dos guarda-costas
participou da surpresa do bolo de
aniversário. "Ele era como uma criança
mimada."
Então, Dave Hebler estava envolvido em
uma discussão com outro membro do
grupo, que acusou os guarda-costas de não
fazer o seu trabalho correto. Dave
argumentou de volta dizendo que a
segurança foi a parte mais apertada de toda
a organização. Presley se irritou com Dave e
disse; "Eu não quero mais essa besteira de

bullying. Isso vai parar agora ou alguém vai
morrer."
"A coisa realmente ficou preta", diz Red.
"Ele estava olhando para todos. Ele tinha
um monte de coisas nele." Isso chegou a
um "clímax dramático" quando Presley
decidiu se mudar para um quarto ocupado
por "Jerry Schilling." Presley decidiu isso às
três da manhã, ele queria sair dos seus
aposentos e se mudar para o quarto de
Jerry. Ele acordou Schilling e ordenou para
ele se mover. Schilling protestou com um
movimento e perguntou se ele poderia
esperar até a manhã.
Presley recrutou Red para passar as coisas
dele para o quarto de Schilling. Schilling
estava com raiva e deixou isso bem claro
para Presley. "A próxima coisa", diz Red,
foi ele me pedir para bater em Jerry. Eu
consegui conversar com ele pedindo para
ele ter calma. Bem, eu pensei que eu tinha
conseguido. Então eu vejo ele colocando
balas em uma arma e inclinando-a para
cima. "Isto estava ficando muito peludo.
Elvis estava descontrolado."

ELVIS O QUE ACONTECEU?

Durante a mesma viagem, Dave recorda
que "Susan Ford," a filha do Presidente da
Ford, também estava em Vail. "A amiga
dela estava fazendo uma festa para ela e
queria levar Elvis juntamente como uma
surpresa." Os caras da segurança da festa se
aproximou e tentou organizar isso, mas
Elvis não aceitou. Ele disse que estaria
disposto a conhecê-la, se ela aceitar vim em
seu chalé, mas ele não iria a festa dela. Ele
estava tentando fazer isso como se ele fosse
mais importante do que a filha do
Presidente da Ford.
"Mais e mais," dizem os rapazes West,
"Presley parecia perder o interesse em tudo
sobre ele." Ele só falava sobre suas jóias,
seus carros e suas roupas, diz Sonny. Ele
não parece ter qualquer outra conversa.
Outras estrelas viria nos bastidores e só ele
poderia falar sobre os "bens" dele. Ele não
estava interessado nos outros artistas. Na
verdade, ele não gostava dos outros
artistas. Ele sempre tinha algo malicioso
para dizer sobre eles. Se eles vinha para seu
camarim para vê-lo, ele iria deixá-los
esperando por uma hora, antes que ele iria
fazer a sua entrada."

Red continua: Eu lembro que uma noite
"Jimmy Dean," um cara legal, estava
esperando por ele. Elvis saiu do seu quarto
depois de manter Jimmy esperando lá fora
por uma hora. Jimmy cumprimentou Elvis
com um grande sorriso e disse em tom de
brincadeira, 'Eu já estava me preparando
para rasgar um quintal inteiro com o seu
traseiro, só porque você me fez ficar
esperando uma hora." Então, Elvis puxou
seu revólver calibre 22 e apontando o cano
para o queixo de Jimmy disse; "E eu
deveria explodir a sua cabeça por falar
assim comigo." Jimmy sorriu e se tremeu,
mas ele ficou envergonhado quando Elvis
fez isso."
Os rapazes relata que Presley não gosta de
ficar perto de outros artistas, a menos que
ele está no comando. "Nós costumávamos
assistir um monte de shows de "Tom
Jones" em Las Vegas e ele foi um
verdadeiro cavalheiro," diz Sonny."
Nós fomos em todos os seus shows e Elvis
sempre dizia algo assim para derrubá-lo:
"Tom veste calças muito apertadas e ele
enfia uma maldita meia nas calças dele
para ter volume." Ele comentava sobre a

Imagem relacionada


ELVIS O QUE ACONTECEU?

voz de Tom cantando, e durante uma
performance, quando ele estava na platéia,
ele iria cantar as músicas junto com Tom,
ele ficava dando umas indiretas dizendo
que ele podia cantar melhor as notas altas,
que Tom não podia.
"A menos que ele seja o centro das
atenções," diz Sonny, ele simplesmente não
está interessado em mais nada. "Seu ego
está fora de controle"... e é uma pena,
porque ele não era assim.... "Dói muito ver
alguém que você ama tanto mudar desta
forma."


CONTINUA,,,,,,,..


AGRADECIMENTOS  Roseane maria silva pela valorosa ajuda na tradução

FOTOS Diego Elvis Arquivo Pessoal